sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

BRINCANDO DE PEGA

.

Não fiz os flagras, mas conto a "lorota". 
Pelas expressões também traduzo as "falas".

De tanto eu insistir neste papo de que bato papo com seres, plantas e bichos, leitores agora me desafiam a traduzir falas de bichos flagrados em cenas graciosas por outros fotógrafos. Pode?! 

É o caso destas fotos que recebi por email de uma leitora de Palmas. Não são minhas e já chegaram sem créditos. São puras expressões de ludicidade e leveza. Coisa de meninos.

Tudo bem que peguei fama de loroteiro. Mas, creiam, converso mesmo com seres, plantas e bichos. Entendam meu já manjado mote: invento e até aumento, mas não escondo nada.




Nos dois flagras um dos filhotes diz "te peguei!!!", mesmo não tendo segurado o outro, depois de muita provocação do tipo "nem me pega!!!... nem me pega!!!..."

Sim. Brincar de "pega" também é comum entre filhotes. A brincadeira se dá do mesmo modo moleque, leve, arisco e solto, como entre meninos e meninas.

Detalhe: a brincadeira quase sempre termina em discussão; com cada macaco ou gato puxando para seu galho ou balaio. As contendas são carregadas de expressões como "valeu!" e "não valeu!". Uma graça.

É aquela velha polêmica: o que vale afinal, "tocar" ou "segurar" o outro? Há controvérsias.

Até!

---

EM TEMPO - Nunca surrupie fotografia pela internet sem anexar à imagem o nome do autor ou a fonte.